Alta Floresta/MT, 19 de Outubro de 2020

Facebook

NOTÍCIAS sexta-feira, 12 de Junho de 2020, 07h:05 | - A | + A

CORONAVÍRUS

Governo fecha parceria com Consórcio do Teles Pires e abre mais 39 UTIs

Por: Laice Souza | Secom-MT

Christiano Antonucci

O Governo de Mato Grosso fechou, na manhã desta quinta-feira (11.06), parceria com o Consórcio de Saúde Vale do Teles Pires e vai oferecer 39 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender aos pacientes da Covid-19 da região.

Os novos leitos de UTI serão abertos nos municípios de Nova Mutum (20 leitos), Sorriso (10 leitos) e em Sinop (9 leitos). A medida, em parceria com o consórcio e prefeituras foi possível porque o Governo do Estado melhorou os valores pagos pelas Unidades de Terapia Intensiva.

“Nós estamos trabalhando muito pelos municípios e por todo o Estado. Nossas ações estão articuladas com os prefeitos das regiões na ampliação dos leitos e na utilização dos recursos destinados pelo Governo Federal no combate ao coronavírus”, destacou o governador Mauro Mendes.

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, afirmou que o governo ainda está fechando com o consórcio, mais leitos em um hospital particular da região.

“Nosso trabalho é contínuo. Abrimos leitos, compramos equipamentos, mas ainda temos muito a fazer e vamos continuar o nosso trabalho para atender a população de todas as cidades”, afirmou o secretário.

O presidente do Consórcio, Edu Laudi Pascoski, prefeito de Itanhangá, afirmou que essa parceria é uma via de mão dupla, pois os prefeitos precisam da ajuda do governo, como o governo também precisa da colaboração dos prefeitos.

“O Estado vai garantir a funcionabilidade dos leitos de UTIs, independente dos recursos federais. Essa parceria é fundamental para nós e enquanto prefeitos temos que ajudar, porque temos dificuldades na compra e na locação dos serviços”, ressaltou o prefeito.

“A parceria é extremamente importante e esse diálogo aberto com os prefeitos é o que precisamos”,  destacou o Edu Pascoski. 

Essa parceira foi possível, segundo destacado pelo próprio prefeito, por causa do novo decreto publicado na quarta-feira (10.06) pelo Governo de Mato Grosso (Decreto 521), em que para cada leito de UTI, criado a partir desse programa, a prefeitura irá receber o montante de R$ 2 mil por leito.

O financiamento será rateado entre o Ministério da Saúde e o Estado. Será mantido o valor de R$ 1,6 mil do repasse federal e o Estado entrará com mais R$ 400. O recurso é para leito exclusivo de Covid-19.

Já o prefeito de Sorriso, Ari Lafin, destacou que a semana terminou com um bom diálogo entre o governo e os prefeitos da região. “O diálogo é um grande ganho para o governo e para os prefeitos, pois terminou com a parceria para aumentar o número de leitos”, ressaltou, acrescentando que a região atende mais de 500 mil pessoas e que tem uma infraestrutura que precisa ser melhorada e ampliada. 

O prefeito ainda informou que o governo e os prefeitos irão “avançar também no credenciamento dos leitos de UTI nos hospitais particulares”. “Precisamos juntar nossos esforços, como estamos fazendo agora, porque só com a unidade é que faremos a diferença”, ponderou.

IMPRIMIR

COMENTÁRIOS