Alta Floresta/MT, 20 de Janeiro de 2019

Facebook

NOTÍCIAS quinta-feira, 03 de Janeiro de 2019, 06h:43 | - A | + A

EXECUTIVO EM FALTA

MPE não paga salários de dezembro por falta de repasse

Por: rthur Santos da Silva - Gazeta Digital

Divulgação

Procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, Mauro Curvo afirmou que aguarda repasse de dezembro para pagar salários dos servidores e terceirizados do Ministério Público (MPE). A informação foi divulgada durante cerimônia que deu posse ao governador Mauro Mendes (DEM), substituindo Pedro Taques (PSDB).  

 

“Em relação a 2016 e 2017, a gente tem quase R$ 130 milhões para receber e em relação a 2018 a gente tá aguardando para receber o repasse do mês de dezembro. Só depois do repasse que nós vamos ter condições de pagar os salários dos nossos membros, servidores, dos terceirizados”, afirmou.   

 

Segundo Mauro Curvo, o 13º salário de todos os servidores já foram pagos. Além dos salários, resta pagamento de compromissos diversos. Os atrasados de 2016 e 2017 se enquadram no calendário determinado na  Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que criou  teto dos gastos.   

 

“A gente sabe que o de 2016 e 2017 já está contemplado na PEC do teto dos gastos. A gente imagina que, com o crescimento do da arrecadação, no futuro a gente consiga receber isso, ainda que parceladamente. O que nos preocupa mais hoje é essa situação atual que a gente já entrou no mês de janeiro e estamos no aguardo de receber o repasse para poder horar os compromissos de 2018”, finalizou Curvo.   

 

Sucessão   

 

As dívidas não serão gerenciadas por Curvo. O promotor de Justiça José Antonio Borges Pereira  conquistou o primeiro lugar na lista que será encaminhada ao governador Mauro Mendes para escolha do chefe do Ministério Público.

 

O atual Procurador-geral ficou em segundo lugar.         

IMPRIMIR

COMENTÁRIOS