Alta Floresta/MT, 23 de Maio de 2019

Facebook

NOTÍCIAS quinta-feira, 03 de Janeiro de 2019, 07h:02 | - A | + A

PERIGO NAS ESTRADAS

Infrações aumentaram durante feriado de Ano Novo em Mato Grosso

Por: GAZETA DIGITAL

Divulgação

Um maior número de condutores cometendo infrações foi registrado durante a Operação Ano Novo, da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Em contrapartida registrou-se uma queda no número de acidentes e redução de 50% no número de mortes. A PRF contou com reforço nas atividades de fiscalização e prevenção nas cinco rodovias que cortam Mato Grosso.

 

Este ano, os policiais rodoviários foram acionados para o atendimento de 21 acidentes, que resultaram em 45 feridos e um óbito. O acidente que vitimou G.S.S, de 10 anos, ocorreu na manhã desta segunda (1), no km 585 da BR-364, em Diamantino. Chovia no momento em que o veículo Prisma, com placas de São Paulo, saiu de pista e bateu em um barranco. No automóvel viajavam outras quatro pessoas, entre elas uma criança de cinco anos que usava a cadeirinha e não se feriu. O garoto de 10 anos que seguia no banco traseiro do veículo, usava cinto de segurança, mas acabou morrendo no local.

 

As placas educativas e exposição de veículos acidentados instalados pela PRF em vários pontos das rodovias orientando e alertando sobre os perigos das condutas imprudentes no trânsito sensibilizaram muitos condutores, porém houve um aumento no número de infrações.

 

Mais uma vez o excesso de velocidade e as ultrapassagens indevidas lideraram o ranking das condutas perigosas observadas pelos PRFs. Os radares portáteis registraram imagens de 1.907 veículos circulando acima da velocidade permitida na via. Já outros 198 motoristas serão autuados por ultrapassarem em locais proibidos.

 

Os policiais flagraram 34 motoristas e 118 passageiros que seguiam viagem sem o uso do cinto de segurança. A fiscalização quanto ao uso dos dispositivos de segurança necessários no transporte das crianças foi intensificada e 49 condutores foram autuados por estarem transportando crianças sem a cadeirinha. 

 

Para coibir o uso de álcoool ao volante, 2.325 testes do etilômetro foram realizados e resultaram em 25 autuações, das quais cinco motoristas tiveram que ser encaminhados para a Polícia Civil por apresentarem concentração de álcool superior a 0,34 mg/l, o que é considerado crime pelo CTB.

 

Quanto às fiscalizações, os radares portáteis registraram imagens de 1.510 veículos circulando acima da velocidade permitida na via. Já outros 74 motoristas foram autuados por ultrapassarem em locais proibidos.

 

Os policiais flagraram 14 motoristas e 18 passageiros que seguiam viagem sem o uso do cinto de segurança e 12 condutores foram autuados por estarem transportando crianças sem a cadeirinha. Foram realizados também 637 testes do etilômetro que resultou em 11 autuações, das quais três motoristas tiveram que ser encaminhados para a Polícia Civil.

IMPRIMIR

COMENTÁRIOS